Amadureceu e caiu do pé

Amadureceu tanto, que caiu do pé

Depois de uma balada completamente horrível, eu esperava a galera comprar lanches no Mc Donalds em uma mesa, sozinha, completamente alterada, e aí um moço de quase dois metros de altura chegou, disse que eu era muito bonita e perguntou se eu não queria sentar com ele. Eu agradeci educadamente e disse que estava com uns amigos. Ele pegou meu telefone e eu apaguei completamente aquele momento da minha memória até receber uma mensagem na segunda, “Oi, meu nome é Maduro, eu te conheci no Mc e te achei linda’. Achei tão bonitinho que passei meu e-mail pra ele e trocamos uns 30 e-mails só no primeiro dia. Ele tinha 27 anos, formado em administração, trabalhando com comércio exterior, morando sozinho com dois amigos. Achei tudo bacana e fiquei interessada. Só tinha um pequeno detalhe: eu não lembrava da cara dele. Marquei um happy hour para o mesmo dia, mas com a presença do Melhor Amigo o e da Querida Cachaceira, pra não correr nenhum risco. Vai que ele era um louco, né?

Ele chegou, não me interessei por ele e conversamos animados como amigos a noite inteira. Nem beijo de tchau eu dei, tinha sentido zero vontade de ficar com ele. Só que ele não parou de mandar e-mails, e e-mails engraçados, inteligentes, com assuntos interessantes e aí ele subiu no meu conceito. Marquei OUTRO happy hour, e dessa vez teve direito a beijo, mãos dadas e muito papo. Gostei dele e saí com ele na semana seguinte de novo. E aí ele deu uma sumida, CLARO! Eu esqueci dele, conheci o Caipira, me envolvi com o Bruto…só que ele passou a mandar mensagens todos os finais de semana (parece que homem sente cheiro de homem). TODOS. Queria sair, queria me ver, mas eu estava realmente ocupada. Quando o casinho com o Bruto acabou, decidi finalmente aceitar o convite dele, e foi bem mais ou menos. ‘Mas você ainda gosta do Bruto, não ia achar esse cara tão bacana assim’, eu pensei. Saí com ele de novo e foi um pouco melhor, e na terceira vez veio o desastre completo. Sabe quando o cara só te ligou porque estava totalmente sem programa e de uma hora pra outra todos os amigos começam a chamar para as baladas mais legais do mundo? Então. Eu estava na casa dele quando os tais amigos começaram a infernizar, e ele não teve nem a educação de disfarçar e só faltou falar ‘tô de saída, ainda não deu sua hora?’.

Fiquei triste, até chorei. Ok, eu sou chorona, mas é porque eu me senti tão usada e foi tão ruim aquela noite que eu decidi apagar o Maduro da minha vida de uma vez por todas, e ele deve ter pensado a mesma coisa, porque desapareceu do mapa. Até que em um feriado sem nada pra fazer ele manda a seguinte mensagem: ‘e aí sumida, esqueceu dos pobres?’. Eu, cara pálida? Homem acha que mulher é burra, só pode ser. Pra mim o Maduro caiu do pé e se espatifou no chão.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: